sábado, outubro 24, 2009

Geração Google



Vivemos em um mundo totalmente diferente do que os nossos pais viveram. Não há como comparar as gerações, elas são simplesmente: diferentes. As preocupações, as músicas e principalmente a tecnologia são outras.
A geração de “antigamente” era uma geração extremamente preocupada com o futuro e com a condição político-social do nosso país. Até as músicas expressavam o contexto histórico vivido, e muitas delas continham “sutilmente” (quase que implicitamente) a opinião do autor perante a situação vivida. [Pai! Afasta de mim esse cálice...Como beber...Dessa bebida amarga...Tragar a dor...Engolir a labuta...Mesmo calada a boca...Resta o peito...Silêncio na cidade...Não se escuta...De que me vale...Ser filho da santa...Melhor seria...Ser filho da outra...Outra realidade...Menos morta...Tanta mentira...Tanta força bruta...]
Já a nossa geração é quase que “totalmente” despreocupada com a política de nosso país. Rouba-se dinheiro da população, máfia surgem(não aquelas máfias de antigamente, mas sim a máfia dos políticos, empresários) e diferentemente da geração que ia às ruas e protestava, a de hoje, fecha os olhos. As músicas já não têm o mesmo cunho das de antes e demonstram de maneira clara as idéias e anseios desta nova geração. [Quando ela me vê,ela mexe...piri pipiri pipiri piri piriguete...rebola devagar,depois desce...piri pipiri pipiri piri piriguete]
Antes dominávamos as máquinas, hoje elas nos dominam. Já não sabemos viver sem celular(com MP3), internet e um computador; no qual depositamos todas as nossas fotos, arquivos e trabalhos. Não escrevemos mais nossos textos em papeis, mas sim, diretamente no computador, para nos “poupar tempo”. Acreditamos que diferentemente dos homes, as máquinas não falham. Que tolice a nossa! Eu mesmo, estou escrevendo esse texto diretamente no computador, se ele decidir me “trair” e pifar, meu texto se perderá para sempre e com ele, minhas idéias.
A nova ordem mundial (globalização) está literalmente dominando nossa geração. Estamos nos tornando cada vez mais violentos, egoístas e menos fraternos, diferentemente da geração em que o movimento “hippie” do Love and peace (paz e amor) se alastrou. Hoje vivemos na velocidade da internet. O Google está sempre pronto para responder as nossas perguntas. Existe a banalização da moral, ética, sexo, drogas... A TV nos ensina como driblar o sistema de segurança de uma grande empresa, o YouTube nos ensina passo-a-passo como fazer até bombas, as grandes marcas nos mostram que apenas determinados alimentos devem ser consumidos em vasta quantidade. Estamos cada vez mais alienados e apaixonados por esta geração. A “Geração Google”

0 comentários:

Postar um comentário

Oi (denovo) amoreeee...esse é o espaço em que você tem voz, então: aproveite!!! Deixe sua opinião, ideais(e idéias), sonhos, revoltas, criticas, sugestões...ou até mesmo um 'oi'!

Ficarei feliz em ler (e responder) seu comentário!!!

bjokas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...